Academia Fitness Nutrição Saúde

O que é obesidade e como evitar

Especialistas explicam e dão dicas para combater a obesidade

Por: Thieny Molthini17/08/2020

o que é obesidade e como evitar

Recentemente, uma pesquisa realizada por pesquisadores da Califórnia, nos Estados Unidos, mostrou que a obesidade aumenta em até 4 vezes o risco de morte por COVID-19 entre homens e pessoas com menos de 60 anos. Mas o que é obesidade? Como evitar essa condição? Aqui a gente responde as duas questões e dá algumas ferramentas para combater a obesidade.

O que é obesidade?

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a obesidade é uma condição de caráter multifatorial que favorece o acúmulo de gordura. Esse acúmulo, por sua vez, está associado a riscos para a saúde devido à sua relação com complicações metabólicas, como aumento da pressão arterial, dos níveis de colesterol e triglicerídeos sanguíneos e resistência à insulina.

Como sei se estou obeso?

A recomendação da OMS para avaliar o estado nutricional de uma pessoa é o Índice de Massa Corporal (IMC). Esse cálculo é feito da seguinte forma: peso (em kg) dividido pela altura² (em metros). Dentro desse cálculo, uma pessoa é classificada com obesidade quando o IMC é igual ou superior a 30 kg/m². Mas, segundo o Ministério da Saúde, a doença possui três estágios:

  • Primeiro, a obesidade de grau 1 (IMC entre 30,0 e 34,9 Kg/m²);
  • Depois, a obesidade de grau 2 (IMC entre 35 e 39,9 kg/m²);
  • Então, a obesidade de grau 3 (IMC maior do que 40,0 Kg/m2).

Quer calcular o seu IMC? Então, acesse a calculadora de IMC da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (Abeso).

O que causa obesidade?

Ainda segundo informações da OMS, há vários pontos relacionados à obesidade, como fatores biológicos, históricos, ecológicos, econômicos, sociais, culturais e políticos.

Por exemplo, o fácil acesso a produtos processados e ultraprocessados (como salgadinhos, bolachas recheadas e macarrão instantâneo), que, geralmente, têm valores mais baixos, fazem com que muitas pessoas optem por esses alimentos, que são pobres em nutrientes e ricos em calorias.

Como tratar a obesidade?

“A obesidade é uma doença crônica, por isso, quando você deixa de tratar, ela volta. Esse controle vai depender de três pilares: mudança de hábitos alimentares, prática de atividade física e, além disso, dependendo do padrão alimentar, será necessário algum medicamento”, explica o Dr. Mario Kedhi Carra, endocrinologista e presidente da ABESO.

Quer ler mais conteúdos como este?

Como evitar o colesterol alto
Dicas para começar a treinar
7 dicas para melhorar o resultado do treino

o que é obesidade e como evitar_nutrição
Foto: Shutterstock

3 dicas de uma nutricionista para combater a obesidade

Nutricionista pós-graduada em Nutrição Clínica Funcional Aryane Emerick, do Smart Nutri (aplicativo com consulta online e chat com especialistas), separou três dicas para combater a obesidade.

1. Aceite o seu corpo e o seu tempo

Em primeiro lugar, você precisa identificar a sua motivação. “Por que você quer emagrecer? É apenas por um padrão estético? Se for por isso, repense o que você deseja. É por uma questão de saúde? Nesse caso, inicie o processo aos poucos”, aconselha a especialista. “Não precisa mudar a sua rotina radicalmente, porque, em um curto período de tempo, isso pode se tornar insustentável. Além disso, dietas restritivas são capazes de gerar compulsão e também baixar nossa imunidade.”

2. Tenha uma alimentação balanceada

Inclua frutas, legumes, verduras e alimentos integrais à sua dieta. “Dessa forma, você oferece nutrientes para que o seu corpo funcione bem, fazendo com que a sua imunidade melhore e os riscos de doenças e complicações também diminuam. Por isso, esses fatores, muitas vezes, são mais importantes do que o peso que você está vendo na balança”, ressalta.

3. Mantenha-se ativo

Praticar atividade físca, seja na academia ou em casa, libera substâncias que ajudam o sistema imunológico, além de reduzir aquelas que são inflamatórias.

o-que-é-obesidade-e-como-evitar_atividade-física
Foto: Shutterstock

3 dicas de um educador físico para evitar a obesidade

Luiz Carlos Carnevali, especialista em Fisiologia do Exercício e em Biomecânica e Cinesiologia e diretor técnico da Smart Fit, também elencou algumas dicas para combater a obesidade.

1. Seu treino deve ter qualidade

“Não se preocupe com as calorias gastas durante o treino, mas na qualidade de execução dos exercícios”, orienta Carneveli. “A obesidade causa um processo inflamatório e o treino combate a inflamação. Por isso, um treino bem feito é mais importante para que o seu corpo se adapte ao combate à obesidade, do que um treino com mais gasto de calorias”, completa.

2. Saia da zona de conforto

Se você não se cansa, não se desafia, é mais difícil ter resultados. Então, vá além! Mas, vale reforçar, sempre seguindo as orientações de um profissional de Educação Física.

3. Faça o simples bem feito

Por fim, entenda que, para ter resultados, você não precisa de exercícios mirabolantes. Em resumo, faça o básico bem feito. “Mais do que mudar a rotina de treino o tempo inteiro, é importante realizar os exercícios propostos de maneira adequada”, orienta o especialista.

Procure um especialista

Procurar um médico é essencial para a realização de exames de rotina e acompanhamento. Apenas um especialista poderá garantir as recomendações adequadas à sua realidade. Lembre-se que bons hábitos alimentares e a prática de atividade física são recomendações recorrentes, independentemente nos números na balança.

Ao continuar a usar o site, você concorda com o uso de cookies. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close